Mundial de Clubes: Tigres vence Ulsan com dois de Gignac e pegará o Palmeiras na semifinal

Foi com susto, mas o Tigres (MEX) será o adversário do Palmeiras na semifinal do Mundial de Clubes da Fifa. A equipe do técnico Tuca Ferretti venceu nesta quinta-feira (04) o Ulsan Hyundai (COR) por 2 a 1 no Estádio Al Rayyan, no Catar, sob os olhares de toda a torcida alviverde, ansiosa para conhecer o adversário da estreia na competição.

Os gols da equipe da América do Norte no triunfo de virada foram marcados pelo francês André-Pierre Gignac, em lances de bola parada. O zagueiro Kim Kee-Hee fez o tento dos asiáticos.

Com a definição da próxima fase, o técnico Abel Ferreira passara a trabalhar o time do Palmeiras com base na equipe mexicana, no duelo que conhecerá o finalista do Mundial de Clubes.

Favoritismo e susto

Contrariando a maioria dos prognósticos, a primeira oportunidade de gol saiu dos pés da equipe asiática. Aos 17, Ji-Hyeon Kim saiu bem em jogada individual após receber cobrança de lateral na esquerda do ataque. O camisa 9, que herdou a posição após a saída do brasileiro Júnior Negão, avançou pela entrada da área e bateu forte, quase abrindo o placar.

A resposta dos mexicanos aconteceu dois minutos depois. Em lance particular, Gignac levou perigo após arremate forte, que exigiu a primeira grande intervenção do goleiro Hyeon-Woo.

Sem ligar para todo o favoritismo do Tigres, o Ulsan mostrou que queria a vitória na partida. Pressionando, os sul-coreanos chegaram ao gol aos 22 minutos. Após a bola na área em cobrança de escanteio, o zagueiro Kim Kee-Hee antecipou a marcação e desviou para as redes, sem chances de defesa para Guzmán.

Com o susto no placar, o time da América do Norte ‘acordou’ em campo, e passou a dominar posse de bola, pressionando o rival no campo de ataque. O crescimento do Tigres passou principalmente pela melhora do brasileiro Rafael Carioca, que passou a coordenar as ações dos mexicanos.

Intenso na partida, o time de Tuca Ferretti foi ‘premiado’ com o empate. Em cobrança ensaiada de escanteio, o volante ex-Atlético-MG encontrou Diego Reyes na primeira trave. Após desvio, a bola sobrou para André-Pierre Gignac, que desviou livre para a rede.

O primeiro tempo já se encaminhava para o fim quando outro lance decisivo se deu. Após nova bola aérea na defesa do Ulsan, o árbitro de vídeo indicou o toque de mão de Kim Kee-Hee.

Já aos 48 minutos, Gignac assumiu a responsabilidade pela cobrança e não deixou por menos, marcando o gol que colocou os mexicanos em vantagem no placar.

Controle do relógio e das pernas

Acomodado pelo placar conquistado, o Tigres viu o Ulsan voltar melhor a campo na etapa complementar. Pressionado em busca da igualdade, a equipe da Coreia do Sul quase chegou ao segundo gol aos 13 minutos.

Após ótimo passe de Dave Bulthuis entre a defesa mexicana, Yun Bit-Garam dominou com estilo levantando a bola, e arrematando rápido com uma quase bicicleta para o fundo das redes. O árbitro anulou a jogada ao flagrar um impedimento.

Sem conseguir superar a boa defesa do Tigres, o Ulsan diminuiu o ritmo em campo, e cedeu ao ritmo da equipe mexicana, que administrava o relógio e o placar, já de olho no confronto da próxima fase.

Com o apito final, o torcedor palmeirense sabe quem será seu adversário na estreia do Mundial de Clubes: o Tigres de la Universidad Autónoma de Nuevo León.

E agora?

Classificado para a seminal do Mundial de Clubes da Fifa, o Tigres descansará agora até o próximo domingo (07), quando terá pela frente o Palmeiras, às 15h (horário de Brasília). Já o Ulsan dá adeus à competição na Catar.

Ficha técnica

TIGRES (MEX) 2 x 1 ULSAN HYUNDAI (COR)

GOLS: Kim Kee-Hee (24′) para o Ulsan Hyundai; André-Pierre Gignac (38′ e 48′) para o Tigres

TIGRES: Nahuel Guzmán; Luis Rodríguez, Diego Reyes, Francisco Meza (Carlos González) e Carlos Salcedo; Jesús Dueñas (Ayala), Rafael Carioca, Guido Pizarro e Luis Quiñónes (Sierra); Javier Aquino (Fulgencio) e André-Pierre Gignac

ULSAN: Jo Hyeon-Woo; Kim Tae-Hwan, Kim Kee-Hee, Davy Bulthuis e Young-Woo Seol; Du-Jae Won, Shin Hyung-Min (Yun-Gu), Dong-Jun Lee, Kim In-Sung (Sung-joon) e Yun Bit-Garam; Ji-Hyeon Kim (Hinterseer)

*Com informações: ESPN.COM.BR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *