Vídeo: Filho é preso e confessa envolvimento na morte do pai

A investigação policial do homicídio de um comerciante, na zona rural de Joaquim Gomes, chegou a um triste desfecho. O filho da vítima, que testemunhou o crime e havia declarado em depoimento que tratou-se de um latrocínio – roubo seguido de morte, foi preso no velório do pai e confessou envolvimento na morte dele. O homicídio ocorreu na última segunda-feira (1º).


Segundo a polícia, Leandro Bonifácio, de 24 anos, estava com o pai José Nildo Bonifácio, conhecido como ‘Gordo’, no momento em que o comerciante foi abordado pelos criminosos. Em primeiro depoimento ele havia declarado que os suspeitos anunciaram um assalto e que o pai foi baleado após pegar as muletas que estava usando e elas serem confundidas com uma arma.


O comerciante foi morto com três tiros na cabeça após descer do veículo. A investigação policial foi além da informação do latrocínio e passou a analisar a participação de Leandro. Uma das pistas mais fortes foi o documento dele encontrado no carro utilizado pelos criminosos e abandonado em uma estrada vicinal.


Com indícios da participação do filho na morte do pai, a polícia prendeu Leandro que confessou a participação no crime na delegacia. Ele alugou o carro usado pelos assassinos e pagou R$ 3 mil para os criminosos simulassem o assalto ao comerciante.


Para que o homicídio ocorresse, Leandro passou todos os detalhes de onde e em qual horário estaria com o pai.

Ainda segundo a polícia, Leandro tentou subornar a equipe que realizou a prisão, oferecendo uma quantia de R$ 43 mil e outros bens.

Veja o momento da prisão de Leandro Bonifácio, que aconteceu durante o velório do pai em União dos Palmares. Os familiares não entenderam a situação e entraram em desespero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *