Vacina da Jassen tem eficácia de 66% e atua sobre novas variantes de Covid-19

Vacina é a primeira que aponta clinicamente ser eficaz com cepas mais infecciosas

A Janssen anunciou nesta sexta-feira (29) que a sua vacina contra a covid-19 teve eficácia de 66% contra casos moderados e graves da doença durante a fase 3 da pesquisa, o que a qualifica como uma proposta viável de imunizante. A empresa que desenvolve à vacina é um braço da farmacêutica norte-americana Johnson&Johnson.


A vacina foi testada em cerca de 50 mil pacientes nos Estados Unidos, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru e África do Sul. Nos Estados Unidos, que responderam por 44% dos voluntários, a taxa de eficácia chegou a 72%.

O comunicado da farmacêutica também indica que o imunizante dá “eficácia contra novas variantes emergentes o coronavírus, incluindo variantes infecciosas presentes nos EUA, América Latina e África do Sul”. A nova cepa encontrada no Brasil, assim como a registrada na África do Sul, são consideradas mais potentes e infecciosas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *