Três suspeitos no homicídio de sargento da reserva em Arapiraca são presos na Bahia; quarto envolvido está foragido

Três dos quatro envolvidos no homicídio brutal do sargento da reserva Vanisio Santana de Araújo, de 56 anos, foram localizados e detidos no começo da tarde desta sexta-feira (29), na Bahia. O militar foi retirado de dentro de um micro-ônibus intermunicipal, espancado e baleado com sua própria arma.

A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas já havia informado que o grupo tinha sido identificado e buscas foram realizadas em Arapiraca, Porto Real do Colégio, Olho D’água Grande, São Brás, Penedo e Propriá (SE). Mas os suspeitos foram detidos em um bloqueio de trânsito na Linha Verde, no norte da Bahia.

Os suspeitos presos foram identificados como Lucas Oliveira dos Santos, Weverton Henrique da Silva Oliveira e Maciel Araújo. Eles estavam em um Ford Ka, de cor prata e placa QLA3C00, ano 2015/2016.

O quarto envolvido no homicídio, identificado como João Vitor, continua foragido.

O caso

O militar foi morto nessa quarta-feira (28), no bairro Nova Esperança, em Arapiraca. Ele estava em um micro-ônibus intermunicipal que parou para abastecer em um posto de combustível. A vítima foi retirada do veículo pelo grupo, brutalmente espancada e morta a tiros com sua arma que foi roubada. Segundo testemunhas, houve uma discussão entre os suspeitos e o sargento reformado.

Nas imagens de videomonitoramento do posto é possível acompanhar toda a ação. Quatro homens estavam dentro do carro, três participaram do espancamento. O sargento reformado sofreu vários socos e chutes, principalmente na região da cabeça. Ele teve o revólver calibre 38 tomado e levado pelo grupo. Segundo testemunhas, o militar foi baleado com a própria arma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *