Paulo Sérgio: “Cabeça no lugar”

CSA foi derrotado pelo Paraná, mas beneficiado por outros resultados

O CSA teve 70% de posse de bola no segundo tempo, mas não passou pela defesa do Paraná nesta terça. No primeiro tempo, o time alagoano jogou muito mal, sofreu dois gols e foi batido por 2 a 0 na Vila Capanema, em Curitiba.

Por sorte, o Juventude também perdeu para o Brasil de Pelotas por 2 a 1, e o CSA se manteve na quarta colocação da Série B.

Artilheiro do Azulão, Paulo Sérgio disse após o jogo ao repórter Thiago Ribeiro, do Premiere, que o time não pode perder a concentração e nem procurar culpados pela derrota.

– É um momento difícil. A gente sabe que seria um jogo primordial para as pretensões de atingir o terceiro lugar na tabela e se consolidar de vez no G-4, mas não tem nada perdido. Vamos até o final, o time ainda está na briga. Claro que é ruim, pelas circunstâncias, de se tomar um gol no início do jogo, isso atrapalha bastante, mas agora é cabeça no lugar. Não é hora de apontar dedo, até porque a gente está muito vivo na competição. Todo o elenco perdeu o jogo.

Sábado, o CSA volta a jogar no Rei Pelé contra o Avaí, às 16h30. Quarto colocado, o time alagoano tem 52 pontos na Série B.

– Trabalhar. A gente tem um jogo em casa agora e realmente tem que ir em busca da vitória para brigar até o final – disse Paulo Sérgio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *